Vida de Pensamentos
HomeFaq+askBlogrollPlincejaTchau©
“Digamos que o amor é para todos.
Todos que sabem amar.”
+
CAPACIDADES ©
Cria em mim ó Deus
Cria em mim ó Deus
Um coração puro.

E renova
E renova
Um espírito inabalável.

Não retires de nós
O teu Espírito
Não retires de nós
O teu Espírito.

Quero aprender com meus erros
E não mais cometê-los
Sei que não vai ser tão fácil.

Mas difícil é continuar no erro
E viver no mesmo desespero
E ficar para trás.

Eu quero ser
Eu quero ser
Um homem segundo o coração de Deus.

Eu quero ser
Eu quero ser
Um homem segundo o coração de Deus.
~ Cria em mim. (via flor-escrita)


O problema era esse: ele nem tentava ser bonito, e era! Abria a boca de um jeito que ninguém podia prever o que sairia. E, no entanto, fazia brotar as melhores palavras. Ele nem tentava ser poeta… e era! Nunca escrevia mas, quando o fazia por mim, desbancava todos esses homens que vivem pelas madrugadas rabiscando. Não tentava sorrir por fotografia ou gentileza, mas quando espontâneamente ria, era capaz de desarmar uma bomba. E eu… bem, eu treinava sorrisos no espelho. Vestia cada uma das minhas peças de roupa para estar à altura dele jogado na cama de moletom. Ele sequer penteava o cabelo de manhã e já era o homem mais lindo do mundo. Enquanto eu precisava de, no mínimo, um batom. É que algumas pessoas são bonitas porque são. Assim, sem nem tentar. Depois de um dia inteiro gripado ou com as unhas roídas, eu ainda me perguntava “Deus, por que tudo isso?” Ele era essa tempestade toda que me entrou pela sala e molhou a casa inteira sem nem compreender o estrago, sem ao menos planejar. E eu era a criança boba de vestido solto e língua de fora que gostava de tomar chuva. Ele nem tentava ser forte! E era… inundou minha consciência todinha. Por outro lado, eu era essa fraqueza toda que nem conseguia fechar as janelas. Ele não ensaiava nada e, na hora, mantinha um improviso digno de qualquer comédia. Eu era a boba que vinha pelo caminho treinando a fala para não gaguejar. Sem dúvidas eu era uma ondulação causada por gota de chuva… e ele era um tsunami. Nada mais, nada menos. O problema era esse. Ele nem ao menos tentava me ganhar… e olha só como eu estou: quase afogada.
~ Rio-doce (via rio-doce)


Black Moustache